Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

Vagas abertas para Oficinas de Permacultura. Tem Horta Comunitária, Compostagem, Terrário e mais…

09/03/2019 às 10:00 - 13/04/2019 às 13:00

Chamamos de Permacultura o sistema de princípios agrícola e social centrado em simular ou usar padrões e características observados em ecossistemas naturais. Além de design sustentável, inclui engenharia ecológica, arquitetura bioclimática, construção, recursos hídricos e mais elementos focados na preservação do meio ambiente. O Centro Cultural da Juventude tem o prazer de anunciar que entre março e começo de abril teremos oficinas de permacultura com orientação de Brenda Dias, engenheira ambiental e sanitarista especializada em engenharia de segurança do trabalho e permacultora. As oficinas serão realizadas nos dias 09, 16, 23 e 30/03 e 13/04, das 10h às 13h no Ateliê do CCJ. São elas: Horta Comunitária, Reaproveitamento de Alimentos, Compostagem, Terrário e Tintas Naturais.

As inscrições devem ser feitas pelo e-mail ccjinscricoes@gmail.com, colocando nome, telefone e bairro onde mora. Para cada oficina é necessária uma inscrição. Um participante pode se inscrever em mais de uma oficina. Serão 30 vagas por curso. Corra e garanta o seu lugar. Atividades gratuitas!

CRONOGRAMA

1° dia (09/03) – Horta Comunitária
Das 10h às 13h
Duração: 150 minutos
Diante dos atuais modos de vida, produção e consumo, onde a qualidade de vida tem decaído e há uma grande incidência de patologias provocadas pelo consumo de alimentos com agrotóxicos e fatores ambientais diversos, se faz necessária a adoção de práticas autossustentáveis. As hortas comunitárias se apresentam como uma excelente alternativa que proporciona o privilégio de podermos consumir PANC’S (Plantas alimentícias não convencionais), hortaliças, legumes, ervas e temperos orgânicos, além de gerar benefícios estéticos e psicossociais, como por exemplo a redução de tensões e transtornos relacionados ao estresse e ansiedade durante a prática de manejo da terra.  Nos centros urbanos, é crescente o uso de Sistemas Orgânicos de Produção, o que chamamos de agricultura urbana ou hortas urbanas. As cidades oferecem espaços favoráveis à implantação de hortas, uma vez que elas recuperam espaços ociosos e que muitas vezes são usados como pontos viciados de descarte irregular de lixo e entulho. As hortas urbanas oferecem uma alternativa para a diversificação da dieta e uma alimentação mais saudável, a um custo acessível, além de favorecer a prática ocupacional das pessoas a integração social das comunidades (Arruda, 2006).

Neste primeiro dia, após a abordagem teórica, será realizada uma oficina prática de cultivo e manejo de hortas, propondo reflexões acerca da importância desta prática, abordando técnicas de plantio e manejo de hortaliças, tubérculos, legumes, plantas e ervas medicinais, a fim de reaproveitar resíduos sólidos como PVC, garrafas PET, latas de ferro ou caixotes de feira, revitalizando uma área onde há um canteiro no CCJ.

2° dia (16/03) – Oficina de Reaproveitamento de Alimentos
Das 10h às 13h
Duração: 150 minutos
Anualmente, milhões de toneladas de alimentos são descartadas e isso deve-se tanto aos modos de produção quanto aos hábitos de consumo, como por exemplo o comum hábito de descartar talos, cascas, folhas e frutas “machucadas”. Nesta oficina iremos discutir sobre o aproveitamento integral dos alimentos, sobre o conceito de soberania alimentar, sobre a importância da reutilização dos resíduos orgânicos e apresentar diversas receitas usando estes alimentos descartados. Exemplos: usar o limão para limpeza de superfícies engorduradas ou as cascas de laranja para produzir repelente, produzir temperos feitos com sobras de talos e cascas de legumes e esfoliantes produzidos com casca de banana, dentre outros.

3° dia (23/03) – Oficina de Compostagem
Das 10h às 13h
Duração: 150 minutos
A compostagem se trata de um processo biológico de decomposição e reciclagem de resíduos orgânicos, na qual minhocas e microrganismos transformam restos de alimentos e resíduos orgânicos em geral, como folhas secas, em um rico adubo para plantas. Tendo em vista que cerca de 52% dos resíduos que são produzidos são orgânicos e grande parte ainda é destinada a aterros e lixões, gerando diversos impactos ambientais como poluição do solo e da água, a prática de compostagem é de suma importância. Além de contribuir para a preservação ambiental, oferece uma destinação adequada aos resíduos, gerando um rico adubo natural. Neste dia será realizada uma reflexão acerca da importância da compostagem e da destinação correta dos resíduos. Serão abordados os tipos de composteiras existentes e será confeccionado uma composteira usando materiais recicláveis, como por exemplos baldes e potes descartados.

4° dia (30/03) – Oficina de Terrário
Das 10h às 13h
Duração: 150 minutos
Construir um terrário é unir jardinagem, paisagismo e arte. É montar um mini ecossistema num pote. Seja pequeno ou grande, o recipiente pode permanecer aberto ou fechado. Quando fechado, a água que irá evaporar em decorrência da transpiração das plantas fará bolhas nas superfícies fazendo pingar como a chuva, fazendo compreender as interações ambientais e fazendo lembrar das aulas de ciências. Neste dia será montados alguns terrários usando recipientes de vidro, terra, areia, cascalho, pedras e outros itens.

5° dia (13/04) – Oficina de Tintas Naturais
Das 10h às 13h
Duração: 150 minutos
Neste dia será realizada uma oficina de tintas naturais usando elementos como pó de café, terra e legumes, entre outros. Os participantes confeccionarão suas próprias tintas. Durante a oficina será abordado o contexto histórico do uso de tintas naturais e serão exploradas as possibilidades de uso e manuseio dos elementos da natureza. As tintas naturais são atóxicas, sustentáveis e não oferecem riscos para a saúde humana e do meio ambiente.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
ARRUDA, J. Agricultura Urbana e Periurbana em Campinas – SP: análise do Programa de Hortas Comunitárias como subsídio para políticas públicas. Dissertação. Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Agrícola, Campinas, 2006.

Vagas abertas para Oficinas de Permacultura. Tem Horta Comunitária, Compostagem, Terrário e mais…

Detalhes

Início:
09/03/2019 às 10:00
Final:
13/04/2019 às 13:00
Categoria de Evento:
Evento Tags:
, , , , ,