Carregando Eventos

« Todos Eventos

  • Este evento já passou.

Quer saber tudo o que acontece em janeiro no Centro Cultural da Juventude? Cola aqui neste post!

01/janeiro às 10:00 - 31/janeiro às 22:00

O Centro Cultural da Juventude abre a programação de 2019 com um janeiro cheio de atrações interessantes, inclusive para as crianças, que ganham o mês todo de atividades. Abaixo, um resumão do que nos espera no CCJ. Vem com gente, tudo gratuito!  

 INFANTIL
Brincar e Produzir Arte com o Trio Ibaré
Quando: 9, 10, 16, 17, 23, 24, 30 e 31 de janeiro
Onde: Mirante, Área de Convivência
Horário: das 13h às 15h
Classificação Indicativa: Livre
Descrição: O grupo traz ao CCJ brincadeiras de roda, jogos africanos e oficinas didáticas, aplicando múltiplas linguagens artísticas. A proposta é, através do lúdico, mostrar a contribuição cultural africana para a formação da cultura brasileira.

O Trio Ibaré / Foto: Divulgação

INFANTIL
Férias no CCJ: Dia de Brincar
Quando: Dias 12, 19, 25 e 26 de janeiro
Onde: Calçadão, Área de Convivência
Horário: das 10h às 17h
Classificação Indicativa: Livre
Descrição: A Programação Especial de Férias oferece um mês dedicado à infância com uma ocupação de férias com diversas atividades culturais e recreativas para todas as idades, como pintura facial, brincadeiras de rua, contação de histórias, jogos, teatro, circo e distribuição de pipoca e algodão doce, além de brinquedos como cama elástica e tobogã inflável. A programação se espalha pelo mês.

MÚSICA
África Mãe do Leão Soundsystem
Quando: 12 de janeiro
Onde: Calçadão
Horário: das 16h às 22h
Classificação Indicativa: Livre
Descrição: África Mãe do Leão Soundsystem é uma equipe de som que existe há 10 anos em São Paulo, divulgando a cultura reggae por meio de três áreas de atuação: promoção de eventos, formação de oficinas e realização de debates.

O soundsystem em ação / Foto: Divulgação

DANÇA
Jam de Dança
Quando: 13 de janeiro
Onde: Área de Convivência
Horário: das 13h às 18h
Classificação Indicativa: Livre
Descrição: Organizado desde 2011 pelo grupo Familia Fk, o projeto Corpos em Sintonia aposta na formação e divulgação das danças urbanas. Para o CCJ oferece oficina de popping e bate-papo sobre dança com a Familia Fk e convidados.

Projeto Corpos em Sintonia / Foto: Divulgação

MÚSICA
Bivolt – Quinta Independente
Quando: 17 de janeiro
Onde: Anfiteatro
Horário: às 20h30
Classificação Indicativa: 16 anos
Descrição: Nascida no bairro do Ipiranga, a cantora e compositora Barbara Leite, aka Bivolt, começou na música aos 12 anos. Com voz encorpada e letras de protesto, se destacou na Rinha dos Mc’s e na Batalha do Santa Cruz, sua escola de rima. Bivolt é uma das poucas mulheres atuantes nas batalhas de MCs.

MÚSICA
Zumbis do Espaço e Statues On Fire
Quando: 19 de janeiro
Onde: Anfiteatro
Horário: das 19h às 22h
Classificação Indicativa: 16 anos
Descrição: A banda paulista de horror rock Zumbis do Espaço foi formada em 1996 e combina punk rock, metal, country e rockabilly com temática influenciada por filmes, quadrinhos e literatura de terror. Conta atualmente com Zumbilly (bateria), Gargoyle (baixo) e Manialcöol (guitarra). Para o show no CCJ< o grupo convidou a banda Statues on Fire, formada em Santo André em 2013, para abrir a noite.


Zumbis do Espaço / Foto: Bruna Martins

MÚSICA
Metá Metá
Quando: 20 de janeiro
Onde: Anfiteatro
Horário: 18h
Classificação Indicativa: 16 anos
Descrição: O grupo Metá Metá é formado por Juçara Marçal (voz), Thiago França (sax) e Kiko Dinucci (guitarra). Nasceu em 2008 e tem 3 discos e 2 EPs lançados. Aposta em uma nova abordagem da música brasileira, fundindo elementos da canção brasileira com música africana, jazz e rock. O som do grupo também tem forte influência dos cultos afroreligiosos (candomblé) de influência yoruba, fon e bantu. Apresenta no CCJ seus melhores sucessos.

MÚSICA
Mis Ivy – Quinta Independente
Quando: 24 de janeiro
Onde: Anfiteatro
Horário: 20h30
Classificação Indicativa: 16 anos
Descrição: Mis Ivy é uma das referências de ragga no Brasil. A cantora é nascida e criada no Capão Redondo e teve seu primeiro contato com a música jamaicana dancehall quando morou na Alemanha.  Em sua volta para o Brasil integrou o coletivo Família 7 Velas. Mis Ivy participa também do Projeto As Minas, coletivo de mulheres pretas que atuam na cena hip-hop do país.

MÚSICA
Clube do Balanço
Quando: dia 26 de janeiro
Onde: Anfiteatro
Horário: 20h
Classificação Indicativa: 16 anos

Descrição: O Clube do Balanço foi criado como uma festa e com 20 anos de história tem 4 discos lançados. “Swing e Samba Rock” foi o primeiro deles, lançado em 2001. Está para lançar seu quinto álbum, mantendo a ideia original de difundir a cultura do samba-rock. Aposta em canções autorais, propondo novas ideias para os tradicionais bailes em estilo nostalgia.

LITERATURA
Lançamento do livro “Toque de Gênio” da jogadora Fofão
Quando: 26 de janeiro
Onde: Área de Convivência
Horário: 16h
Classificação Indicativa: Livre
Descrição: Fofão, jogadora de vôlei que é referência em conquistas olímpicas, lança no CCJ seu livro autobiográfico “Toque de Gênio – A história e os exemplos de Fofão”, escrito por Katia Rubio e Rodrigo Grilo. Nele, os 30 anos de carreira no vôlei, incluindo 17 na Seleção Brasileira. Fofão, que nasceu no Lauzane, na Zona Norte de São Paulo, se aposentou das quadras em 2015.

MÚSICA
Calefação Tropicaos convida Elo da Corrente
Quando: 27 de janeiro
Onde: Calçadão
Horário: das 14h às 20h
Classificação Indicativa: 14 anos
Descrição: A Calefação Tropicaos é uma festa que tem como proposta a mistura de público e sons. Vai da Tropicália ao Manguebeat, passando por músicas latino-americanas e uma pitada do movimento hippie dos anos 60/70. O coletivo artístico foi formado em São Paulo há 6 anos e trabalha de forma itinerante em praças, ruas e locais históricos das cidades por onde passa. A Calefação Tropicaos convida DJs da velha guarda para tocar sets 100% vinil. No CCJ apresenta uma tarde musical no Calçadão convidando o grupo de hip-hop Elo da Corrente.

CIRCO
Espetáculo NEM – Circuito
Quando: dia 27 de janeiro
Onde: Anfiteatro
Horário: às 15h
Classificação Indicativa: Livre
Descrição: O “Projeto Fusões / Experimentos” traz à cena o que há de melhor no universo de malabares. O NEM – Núcleo de Experimentos Malabarísticos nasceu em 2016 com os malabaristas Cesar Lopes, Duba Becker e Fernando Proença, que criam o espetáculo de acordo com os desafios propostos pelo público. A dinâmica do espetáculo é a de que inicialmente cada artista apresente seu número individual de malabarismo. Após a apresentação, entra em cena um jogo cênico cômico e participativo, com eles incitando o público a pleitear algo mais difícil, surpreendente. Sem nenhum combinado prévio, promovem um sorteio de sugestões, onde o público propõe aos malabaristas dificuldades e desafios, ajudando-os a transcender e fundir suas técnicas.

“Projeto Fusões / Experimentos” / Foto Ricardo Avellar

MÚSICA
Dawtas of Aya – Quinta Independente
Quando: dia 31 de janeiro
Onde: Anfiteatro
Horário: às 20h30
Classificação Indicativa: 16 anos
Descrição: Dawtas of Aya é formado pelas irmãs Carol Afreekana e Regiane Cordeiro. Cantoras e feministas que em suas músicas falam sobre as dores de 500 anos de opressão ao povo negro.  Aya  é um adinkra do oeste de África que significa “perseverança e resistência”, simbolizado pela imagem de uma samambaia. A dupla fez turnê pela Europa e apresentam no CCJ seus sucessos.

Dawtas of Aya em ação / Foto: Divulgação

E abaixo, a programação do mês no CCJ do Biblioteca Viva da Secretaria Municipal de Cultura! 

 TEATRO, CIRCO E CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
Quando: dias 10, 17, 24 e 31 de janeiro
Onde: Área de Convivência
Horário: às 15h
Descrição: A Secretaria Municipal de Cultura traz ao Centro Cultural da Juventude o Biblioteca Viva com quatro atrações especiais dedicadas às crianças e adolescentes. Confira a programação:

 *Estripulias no Circo – 10 de janeiro às 15h00
Neste trabalho, a Cia Suno apresenta um espetáculo inspirado nas diversas trupes circenses que viajam pelo mundo em suas pequenas caravanas. Através de manipulação de objetos e narração, “Estripulias no Circo” resgata a tradição do universo circense unida às técnicas contemporâneas dessa arte.
Classificação Indicativa: Livre

Foto: Divulgação

 *O Sorriso de Rainha – 17 de janeiro às 15h00
Em “O Sorriso da Rainha”, a atriz que interpreta a Rainha Elizabeth I traça um paralelo entre a vida da monarca, as comédias de Shakespeare e as fake news, trazendo questões atuais de uma forma ousada e divertida.
Classificação Indicativa: 12 anos

Foto: Divulgação

*Corre – 24 de janeiro às 15h00
Madona e Zabumbela, duas palhaças, estão em busca de encontrar Oriba, o Reino da Alegria. O que elas não sabem é que Oriba mudou-se de nome e Rei. Então acabam chegando em um reino onde conhecem uma guarda muito eficiente (Songa) que lhes entrega um pergaminho com as informações sobre as novas leis desse lugar. Com suas atrapalhadas brincadeiras, Madona e Zabumbela esquecem de ler o pergaminho. A partir daí, passam a ser perseguidas pela guarda do Reino. Com muitas músicas, confusão, esquetes clássicas de circo e interação com o plateia, esse trio de palhaças promete muita diversão para todas as idades.
Classificação Indicativa: Livre

Foto: Divulgação

 *Um Baobá de histórias! – Oficina de Construção de boneca Abayomi – 31 de janeiro às 15h00
A Cia Terezinha apresenta OBAX através de contação de histórias, com música ao vivo, objetos cênicos e interação com o público. Num segundo momento, uma roda de conversa é proposta na qual o viés do mote afro é ponte para construção da boneca Abayomi, com retalhos de tecidos. Durante o momento de confecção da boneca Abayomi realiza-se a explicação da sua essência e todo o significado de luta e resistência dos negros. E para finalizar, utilizando-se ainda do mote afro, busca-se extrair a musicalização do encontro através da construção ou apenas manuseio e utilização de ganzás, instrumento de percussão, com material reciclável como potes e garrafinhas pets etc.
Classificação Indicativa: Livre

Foto: Divulgação

Sobre o Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso

O CCJ é o maior centro público dedicado aos interesses da juventude da cidade de São Paulo. Inaugurado em 27 de março de 2006, fruto da mobilização da comunidade no Orçamento Participativo, inspira outros centros de referência de juventude pelo Brasil e pelo mundo. Proporciona a transversalidade das diversas temáticas relativas à vivência da condição juvenil por meio da cultura, buscando o empoderamento e o protagonismo da juventude a partir de uma programação cultural gratuita e diversificada, tendo o jovem não somente como espectador, mas como sujeito promotor, organizador e realizador dos Programas e Projetos realizados tanto no espaço como difundidos pela cidade. Entre as várias atividades, destacam-se apresentações e oficinas teatrais, shows de música, aulas e espetáculos de circo e de dança, cinema, debates, encontros e saraus e núcleos de comunicação comunitária e de produção audiovisual.

O CCJ tem 8.000 m² de arquitetura moderna e arejada, reunindo biblioteca, anfiteatro, teatro de arena, sala de projetos, laboratório de pesquisas, ateliê de artes plásticas, sala de oficinas e galeria para exposições, além de uma ampla área de convivência e com computadores com acesso à internet.

 

Quer saber tudo o que acontece em janeiro no Centro Cultural da Juventude? Cola aqui neste post!